O que é logística? 7 tipos de logística existentes

O que é logística

Muito se fala a respeito dessa área, mas será que você sabe mesmo o que é logística? A verdade é que muitas pessoas ainda não entendem por inteiro os conceitos que permeiam esse assunto.

Não há como negar o quanto esse é um setor fundamental para todas as pessoas, a nível global. No entanto, isso não quer dizer que todas as pessoas conheçam os principais conceitos que envolvem o assunto.

A logística é a central operacional de qualquer empresa, uma vez que tem por responsabilidade toda a movimentação, armazenagem, transporte e entrega.

Ou seja, uma de suas funções é fazer com que os produtos ou serviços possam passar pelas etapas que são necessárias, dentro de uma organização, a fim de que chegue ao cliente dentro do prazo estipulado.

Mas, para que isso aconteça, faz-se necessário ter uma boa gestão de estoque, além de ser capaz de cuidar de todos os demais processos.

A fase da logística é bem extensa, uma vez que abrange diversos setores. Na verdade, a sua responsabilidade só termina quando o consumidor recebe o que comprou.

Apesar de haver algumas situações em que o cliente exige a devolução, novamente a logística se faz necessária.

O que é logística?

o que é logística
o que é logística?

Começando do início, o que é logística? Em suma, podemos dizer que é uma área que cuida de todo o planejamento, execução e distribuição de produtos, em especial no que tange o transporte e armazenagem.

Dessa forma, tem por intuito fazer com que o cliente receba o seu produto dentro do tempo que foi estipulado. Todo o processo deve ser eficiente, desde o ponto de origem até o ponto de consumo.

Mas, para que isso se torne possível, as empresas precisam ter um planejamento de logística, bem como uma gestão eficaz da sua cadeia de suprimentos.

Na prática, isso quer dizer que deve controlar o estoque de forma adequada, além de cuidar da armazenagem e transporte. Tudo isso em prol de uma coisa: cumprir os prazos de entrega.

Mas, a depender do segmento ou porte da empresa, esse processo pode ser mais simples ou necessitar de uma rede logística mais bem estruturada.

Ou seja, uma loja virtual pode manter um estoque menor, além de ser possível usar os serviços logísticos dos Correios.

Em contrapartida, uma indústria requer uma infraestrutura muito maior. Nesse caso, pode envolver aviões, caminhões, centro de distribuição, armazém etc.

Como funciona a logística?

Certo, você já entendeu o que é logística, mas como é o seu funcionamento? Quanto a isso, é possível dividir em dois tipos de atividades, sendo eles:

  • Principais: transporte, gestão de estoque e o processamento de pedidos;
  • Secundárias: manuseio de materiais, embalagem, compras, armazenagem, gestão de produtos e sistemas de gestão.

No entanto, além dessas características, é possível organizar a área logísticas em três principais fases, que são elas:

  • Suprimentos: gestão de matéria-prima e também suprimento para indústrias, o que inclui o processo de pedido ao fornecedor, armazenagem e distribuição.
  • Produção: controle dos códigos de estoque dos produtos (SKUs), bem como fluxo de materiais, abastecimento e distribuição inicial do produto.
  • Distribuição: gerenciar os pedidos dos clientes e os seus meios de distribuição. Isso inclui a gestão de estoque, armazenagem e entrega.

O que é logística é a importância nas empresas?

A logística é essencial para todas as empresas, uma vez que é um ponto-chave para o sucesso de todas elas. Afinal de contas, garante a eficiência operacional, além da satisfação dos clientes.

Mesmo porque essa é a área responsável pela movimentação e armazenagem dos materiais e mercadorias.

E isso afeta de forma direta a capacidade produtiva do negócio, bem como o seu desempenho em relação à distribuição.

Ademais, uma boa gestão logística é capaz de reduzir os custos operacionais, já que mantém os preços mais acessíveis para os seus clientes.

Além disso, é a logística que evita desperdícios, agiliza as entregas e aumenta a produtividade da empresa. E isso gera uma importante vantagem competitiva.

Hoje em dia, levando em conta a tendência do omnichannel, a verdade é que as empresas precisam integrar os seus canais e distribuição tanto online quanto offline, caso queiram se destacar no mercado.

A cada dia que passa, os consumidores querem que as entregas sejam feitas mais rápidas ou que tenham a opção de retirar em mãos. E isso também exige uma logística automatizada e integrada.

Quais são os principais tipos de logística?

Já falamos sobre o que é logística e qual a sua importância. Mas você sabia que há mais de um tipo existente? Essa é uma informação que muitos não sabem, apesar de ser essencial.

Mesmo porque cada uma é capaz de atender diferentes necessidades das empresas. Então, dentre as mais conhecidas no mercado, podemos citar as seguintes:

1. O que é Logística de abastecimento

Também chamada apenas de logística inbound, indica-se para os suprimentos, mercadorias e matérias-primas que são essenciais para manter os recursos da empresa.

Em relação a sua função, é a de planejar e gerenciar os materiais, a fim de que eles estejam sempre disponíveis, de acordo com a demanda.

Além disso, também é capaz de controlar o seu armazenamento e transporte. Sendo assim, o responsável deve manter o relacionamento com os fornecedores.

No entanto, também deve controlar o fluxo de materiais, assim como cuidar do recebimento e descarga da empresa.

2. O que é Logística de produção

Utiliza-se a logística de produção em indústrias, a fim de gerenciar o processo de conversão da matéria-prima em seu produto final.

Ademais, nessa situação, o responsável pela área deve coordenar todas as suas etapas de fabricação e de montagem.

Dessa forma, é possível garantir com que os postos de trabalho fiquem sempre abastecidos, além de fazer com que os materiais se movimentam e sejam armazenados da forma correta.

A logística de produção também envolve o planejamento de produção, a fim de evitar desperdícios e sobras de mercadoria, por exemplo.

3. O que é Logística de distribuição

Logística de distribuição
O que é Logística de distribuição

Também chamada de logística outbound, trata-se da área cuja responsabilidade está no planejamento das entregas.

Portanto, o profissional desse setor precisa cuidar da saída de produtos para os centros de distribuição, pontos de venda ou consumidores finais, por exemplo.

Dessa forma, deve cumprir as funções como criação de rotas de entrega, gestão de transportadoras, contratação de motoristas ou para rastrear entregas.

Fora isso, também é seu papel controlar a reposição do estoque, mas sempre observando todos os prazos de validade e supervisionar a carga e descarga.

4. O que é Logística reversa

Em suma, a logística reversa tem como principal função planejar o retorno dos materiais e demais produtos à empresa.

Sendo assim, deve encaminhar o recolhimento depois do pós-venda ou pós-consumo também. Inclusive, é válido salientar que algumas empresas são obrigadas por lei a implementar esse tipo.

Nesse caso, deve-se também ter uma política de logística reversa, a fim de recolher embalagens e resíduos de seus produtos, como pneus, óleos e eletrônicos, por exemplo.

Em outros casos, a logística reversa também se volta para as trocas e devoluções de produtos, que é o que acontece nos e-commerces, onde o cliente desiste da compra ou recebe com algum defeito.

5. O que é Logística de terceira parte (3PL)

Esse já é um modelo terceirizado, o qual é mais comum em empresas de e-commerce. Então, o negócio em questão deve contratar um provedor 3PL.

Nessa situação, o objetivo é o de cuidar de todo o processo de pedido do consumidor, transporte, entrega, troca e devolução.

Ademais, é importante dizer que esses fornecedores já possuem uma estrutura logística com vários processos já automatizados.

Dessa forma, deixa apenas a supervisão por conta da empresa que irá contratar. Agora, quando a organização é a responsável por toda a logística, deve-se utilizar o termo “1PL”.

Mas, quando se trata de uma transportadora para cuidar das entregas, o sistema deve ser chamado de “2PL”.

6. O que é Logística de quarta parte (4PL)

No caso da logística de quarta parte, a empresa precisa também ser terceirizada, mas nesse caso é todo o processo logístico, já que tem um grau superior de otimização.

Ademais, os provedores 4PL devem ser chamados de Lead Logistics Partners (LLP), uma vez que favorecem o serviço de alto nível.

Então, inclui a gestão de outros 3PLs, mas apenas com um único ponto de contato. Sendo assim, é mais ideal para grandes empresas, que precisam de uma cadeia de suprimentos complexa.

Fora isso, ainda existe a logística de quinta parte (5PL), o qual oferece soluções mais inovadoras, além de utilizar tecnologias mais avançadas, como automação, blockchain, inteligência artificial e dispositivos de identificação por radiofrequência (RFID).

Tags relacionadas: #logística: o que faz #qual a importância da logística #como funciona a logística #o que é logística religiosa #logística salário #conceito de logística #reversa logística integrada #a logística é importante #o que é logística empresarial

Compartilhar este post: