Transporte de veículos em navios: como funciona e quais são as opções

Transporte de veículos em navios: como funciona e quais são as opções

Está precisando fazer um transporte de veículos em navios, mas não tem ideia de como isso acontece? 

Não se preocupe, pois, o artigo abaixo foi criado para te explicar de uma vez por todas como esse processo é feito, quais são os tipos de transportes que existem, como contratar esse serviço e muito mais. 

Portanto, confira no artigo abaixo e tire todas as suas dúvidas antes de fazer o seu transporte de veículos em navios.

Transporte de veículos em navios: formas para transportar carros

Atualmente, existem três formas básicas que você pode usar para transportar o seu carro em um navio, são elas: através de um container, através de uma técnica chamada roll on, roll off e por meio do flat rack, sendo que cada uma delas possui uma especificação. 

Sendo assim, abaixo, explicaremos um pouco mais sobre cada uma delas, quais são as mais baratas, quais são as mais seguras e muito mais. 

Transportar carro por meio de container

transporte-veiculos-em-conteiner
Transporte de Veículos em Contêiner

Como o próprio nome já diz, essa modalidade de transporte de veículos leva o seu carro em um container (aquelas caixas de metal ou então de madeira que costumam ser usadas durante o transporte de carregamentos em navios). 

Dessa forma, isso significa que o veículo será colocado dentro do container no solo e depois transportado para o navio e só quando chegar no destino é que ele pode ser retirado.

Por isso, nesse contexto, o método de transporte por container é um dos mais seguros contra danos no veículo. Possibilitando que ele saia do local de origem e vá para o local de destino sem sofrer com danos como intempéries, possíveis amassados, entre outras coisas. Isso porque o veículo estará fechado na caixa, fazendo com que ele fique mais seguro.

Além disso, esse tipo de transporte de veículos em navios também é bem mais barato do que os outros que são citados ao longo deste artigo. 

Isso porque é possível pegar um container com outra pessoa e dividir os custos da viagem com ela, pois o preço de transporte é por container e não por veículo. Sendo assim, dá para juntar mais gente e fazer com que o seu transporte seja bem mais barato.

Mais sobre transporte de veículos em navios

Primeiramente, outro ponto positivo no que se refere a esse tipo de transporte de carros em navio está no fato de que, muitas das vezes, é permitido que você possa acompanhar o carregamento do veículo e também a descarga no porto de destino.

Portanto, nesses casos, você também pode ver se as condições da estrutura de transporte estão compatíveis com o que a empresa te passou na hora da contratação, o que pode evitar surpresas desagradáveis.

No entanto, como ponto negativo está que nem todos os veículos podem ser transportados por meio dessa técnica, pois as dimensões dele devem ser compatíveis com o tamanho do carro. 

Basicamente, isso acontece porque a maioria dos containers disponíveis possuem atualmente medidas padronizadas, o que faz com que as opções de transportes por essa modalidade sejam reduzidas.

Portanto, nesse contexto, para transportar um carro por container, as medidas do seu veículo deve ser menores que as medidas do container, as seguintes:

CONTAINER DE 20 PÉS
PORTA PARTE INTERNA
COMPRIMENTO5.900 metros
LARGURA2.340 metros2.352 metros
ALTURA2.800 metros2.386 metros
CONTAINERS DE 40 PÉS
PORTAPARTE INTERNA
COMPRIMENTO12.033 metros
LARGURA2.340 metros2.275 metros
ALTURA2.275 metros2.386 metros

Transportar carro por meio de RoRo (Roll on e Roll off)

transporte-veiculos-por-roro
Transportar carro por meio de RoRo (Roll on e Roll off)

Já no que se refere a modalidade de transporte chamada Roll on e Roll off (conhecida popularmente como RoRo), o proprietário do veículo leva ele até o porto e então entrega para o responsável que vai colocar ele no navio. 

Sendo assim, depois, no porto final, as autoridades devem retirar o carro de dentro do navio e o proprietário do veículo tem por responsabilidade pegar o carro no porto.

Por isso, nesse caso, o grande ponto negativo está no fato de que o carro fica ao relento durante a viagem, o que pode fazer com que ele fique exposto à intempéries como chuva, sol, entre outras. 

Assim, possivelmente há um risco maior de que ele sofra algum problema como manchas por causa do sol ou da chuva. Ou então por qualquer outra coisa que aconteça durante a viagem.

Além disso, se você usar essa forma de transporte Roll on e Roll off, é muito importante que faça uma limpeza no carro e retire todos os objetos de valor que existem no veículo. Pois a segurança pode nem sempre ser das melhores e você pode acabar ficando sem algum bem pessoal. 

Ademais, essa é uma forma de transporte muito utilizada em transportes de carros especialmente de curtas distâncias e muita gente opta por ela por ser uma das mais fáceis de se contratar. Portanto, nesse contexto, se você procura por praticidade, a forma roll on e roll off pode ser o que há de melhor para você. 

Transportar carro em Flat Rack

transporte-veiculos-em-flat-rack
Transportar carro em Flat Rack (*****montagem para ilustração)

Por fim, outra opção de transporte de veículos é a Flat Rack, que funciona de forma bem semelhante ao do container. 

No entanto, a grande diferença está no fato de que, ao invés de ser uma caixa fechada, o flat rack é apenas uma plataforma na qual o veículo é preso, ou seja, o carro ainda vai ficar sujeito a intempéries. Porém, essa forma de transporte de veículos pode ser usada para levar carros maiores.

Transporte de veículos em navios: cuidados ao transportar o seu carro em navio

  • Procure por uma boa empresa de transporte (com boa reputação e que tenha certificados para estar funcionando);
  • Veja quais são as melhores opções para transportar o seu carro;
  • Planeje toda a viagem com cuidado;
  • Tenha um plano B;
  • Esvazie o seu carro e tire todos os pertences pessoais de dentro dele;
  • Faça uma revisão completa do veículo para que você saiba as condições que ele está. Antes de ser enviado e documente essas condições para que você consiga reclamar com a empresa de transporte caso o veículo chegue avariado;
  • Fotografe a pintura do veículo para que você consiga comprovar possíveis arranhões caso esses aconteçam durante o transporte;

Compartilhe: